segunda-feira, 6 de maio de 2013

Cheirinho de filho...


Ou eu sou muito piegas, ou sou sou uma mamã completamente normal. Das mais normais que podem existir. Me perco no cheiro da minha menina. Cheiro,cheiro e cheiro...com força...a aspirar tudo o que me for possível, e o que for preciso para que eu me sinta plena. Não há nada, absolutamente, nada igual. Fico a pedir às forças que nos regem, que me permitam guardar isto na minha memória. Que me permitam guardar este prazer. Que me permitam, um dia, poder lembrar disto com exatidão. Que chegue a altura da adolescência, em que se revelam um tanto maus para nós, e eu consiga lembrar do quanto sou feliz agora...só por sentir a sua alma de bebé. Que chegue a altura em que eu seja avó, e tire do meu baú, esta recordação tão preciosa.

Gosto essencialmente do seu cheiro natural...aquele que vem horas depois do banho. Aquele que está por trás do pescocinho transpirado...nas costas...nas mãos, exploradoras de tudo. Aquele que está nos cabelos suados e despenteados. Aquele cheiro que é só deles, dos bebés. Aquele cheiro do respirar à noite...quando a chupeta já cai sobre o ombro pequenino. Aquele cheiro que tem o beijo que me dá, num abraço apertado, que ainda não me é negado.

Sou uma saudosista por natureza. E por isso mesmo, sou uma "guardadora" de memórias. Ainda bem. Porque não quero perder nada.

5 comentários:

  1. Penso tal e qual! Queria que ficasse sempre pequenina, ao meu lado. Adoro dormir com ela e sentir esse cheiro que fala e que tanto amamos (nós mães).
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 <3 <3
      Os filhos são a coisa mais preciosa, não é?! Despertam amor só pelo cheirinho que têm... :)
      Beijinhos

      Excluir
  2. Tal e qual... amo tanto tudo isso!!! <3
    Assim como há os filmes e as fotografias também devia existir um qualquer aparelho electrónico que permitisse guardar esta magia do cheiro de bebé... e mais tarde podermos recordá-lo sem ser apenas em memórias.
    Por exemplo, eu guardo alguns dos frasquinhos de perfumes vazios, que fui usando ao longo dos anos, e mal encosto o nariz ao vidrinho recuo no tempo e sei sempre com precisão que época da vida foi. Mas os cheiro dos nossos bebés é mesmo especial e mágico. O B ainda é um toodler e eu já tenho tantas saudades!
    Beijoooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha...adorei a ideia de guardar os frascos de perfume! Nunca tinha pensado nisto... :)
      Beijo grande, querida!

      Excluir