terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Mães à obra??

Quando me dou conta de que não falta muuuuito mais tempo para a chegada do aniversário da Matilde, começo já a pensar num tema, numa cor, num mood. E é sempre tudo um drama. Nunca consigo decidir bem, até a data estar ao bater da porta. Sou uma pessoa "festeira" e confessa. Sempre gostei de comemorar as datas felizes, os momentos marcantes. Cresci assim por ter pais que alimentaram cada passagem da minha vida. 

Fiz o chá de bebé da Matilde aos 8 meses de gravidez, redonda, e festejei o momento com amigos, família e pessoas que nos queriam bem. O tema foi o "Chá de fraldas", muito comum no Brasil. Consiste basicamente no seguinte: os pais convidam para uma festa, e este é o pretexto que todos querem para ver a mamã quase-quase a rebentar. No corre-corre do dia à dia, este é um dia ideal para juntar todos. O nosso foi o máximo, não tivesse eu um cunhadinho Chef e super talentoso. Não faltaram risos, fotos, comes e bebes. Também não faltaram fraldas, já que esta era a prenda sugerida pelos pais. Basicamente, não compramos fraldas por mais de um ano. :) num outro post, prometo falar mais um bocadinho sobre esta ideia, tão prática para os futuros papás. ;) 

No primeiro aniversário da Matilde, contratamos uma empresa de organização de eventos, o que nos facilitou imenso a vida, já que era uma festa para umas dezenas de pessoas. O tema foi "O Jardim da Matilde", e esteve cheio de cor! Por trás da mesa, tínhamos um painel de balões a simular um campo de flores, o céu, o sol...pela grande sala, tínhamos flores gigantes em cada recanto, também em balões e com a base cheia de areia (para fazer peso e fixar). Na mesa dos doces, o toque homemade da mamã: brigadeiro de colher servido em copinhos de vidro (os da papa ou fruta, que guardei durante meses) e mini garrafinhas de água (fiz um rótulo auto-colante especial para a ocasião e pus lacinhos de cetim nas cores do tema).

No segundo aniversário, abri mão do tema e decidi que seria um lanche cheio de delicadeza. Desta vez, foi quase tudo feito por mim, e acho que fiz milagre na minha sala de condomínio, um ambiente tão impessoal e escuro. Para mim, o que definiu todo o ambiente foi o aproveitamento que fiz das grandes portas de vidro, que dão para um pátio. Cobri tudo com cortinas de tule branco e aquilo multiplicou a luz natural! De resto, cobri tudo de cores claras. As mesas com toalhas de tecido e mais tule, os sofás e cadeiras escuras com mantas claras. Todos os pormenores foram: muitas flores brancas e doces em branco e rosa clarinho. Ficou com um ar tão cute e simples, e foi a prova de que com bom gosto, podemos dar beleza até a pequenos lanches caseiros. 

Tudo isto, para vos dizer que já ando em modo festa, e à procura de inspirações para o aniversário deste ano, e sim, tenho imenso tempo para o planear. Será, de certeza, um lanche cheio dos risos presentes em nossas vidas, muito simples e cosy. Já ando à espreita na net, e encontro sempre coisas giras para fazer em casa. Daí, surge a ideia de uma série de posts com um tema comum: dicas   para criarmos coisinhas lindas a partir de casa...desde convites, à lembrancinhas, passando pela decoração da festa ou da casa, ou mesmo ideias para brincadeiras e jogos caseiros. Que tal? Neste primeiro, que já vai longo com tanta letra, uma sugestão de iluminação para qualquer ocasião! Simples, baratucha e super querida. Bora lá?! 


É impossível ficar indiferente a este efeito de iluminação, que confere um lado tão pessoal à decoração. Achei o máximo, e penso que basta alterar a cor para que se adapte a qualquer ambiente.  Toda gente, todinha, tem luzes de Natal em casa. Muitas vezes, acumulamos aquilo até mais não. Ao arrumar a casa, achei montes dela, montes mesmo. Está aqui o futuro de algumas. :) 

Família: só vamos precisar de 3 itens nesta tarefa...forminhas para doces na cor escolhida, pisca-pisca de Natal com 10 metros (prefiro as LED) e cola quente. São necessárias 80 forminhas, ou se preferirem, podem recortar círculos em tecido, com o diâmetro de uma moeda de 50 cêntimos. Podemos fazer com recortes duplos, em uma ou duas cores. Fica lindo como está na imagem, com recortes a fazer de pétalas!



Como fazer: Vamos furar cada forminha na base, mas com cuidado, para não fazer um furo muito largo. O ideal é que a lâmpada fique bem justa. A forma mais fácil de fazer os furos, é utilizando um lápis e uma borracha. Basta colocar a base da "flor" sobre a borracha, e com a ponta do lápis, pressione para fazer o furo. Passe a lâmpada por dentro do furo e utilize a cola quente para manter a forminha bem presa. Repita o processo por toda a extensão das luzes. 



Prontinho! Agora é só pôr luz sob a cabeceira da cama, a estante do escritório, no quarto das miudezas...ou onde mandar a imaginação. :) 

Gostaram? Querem mais tutoriais destes? Podemos chamar as "Mães à obra"?

Beijinhos!

Um comentário: